Prosperidade não é Dinheiro - Por Rafa Brazão


05 Jul
05Jul

Foto: Nattanan

Quando escutamos alguém falando: - “aquela pessoa prosperou”, logo vem à nossa mente uma imagem de uma pessoa muito rica. Isso acontece quando enxergamos o dinheiro como o objetivo final. E ele é importante, sim, mas devemos nos organizar e colocá-lo para ser um servidor, fazendo com que ele trabalhe para nós, afinal, necessidades de moradia, saúde, lazer e educação são inerentes a nossa vida e merecemos conforto. 

Se enxergarmos o dinheiro como objetivo final, também alcançaremos o resultado desejado, mas corremos o risco de perder tudo e até viver infeliz, por vestir uma máscara, para mostrar alguém que não somos.  

Muitas empresas quebram, pois foram construídas visando o dinheiro, e não a missão ou o motivo que levou as mesmas a serem criadas. Imagine uma sociedade que tenha como objetivo final, somente os lucros, quando as coisas não estiverem boas, o que pode acontecer na relação dos sócios? Ao levarmos este exemplo para a vida particular, no relacionamento com os pais, filhos, irmãos e amigos, se a base for no interesse financeiro, como será a vida de todos os envolvidos?  O dinheiro não pode ser a causa, tem que ser o resultado.  


Foto: Italo Melo

Existem quatro elementos fundamentais para se ter uma vida prospera: 



O espiritual, o emocional, o mental e o físico.     

Espiritual é estar bem com o que acredita ser sua força superior, independentemente de qualquer religião, é o que está fazendo por você e pelos outros. 

Emocional, é como você age com o dinheiro. Saber usar a inteligência financeira para  multiplicá-lo, ao invés de gastar. Para desenvolver essa área busque o que te traz retorno financeiro ao invés de despesa, por exemplo uma nova parceria com algum produtor ligado à sua atividade e comercio da região para aumentar seus ganhos.  

Físico, é cuidar do nosso corpo, buscar hábitos saudáveis que nos fortaleça através de atividades físicas e uma boa alimentação. Existem vários lugares onde podemos fazer atividades ao ar livre em nossa região como praças, parques e para quem quer, o quintal ou a sala de casa, também podem ser palco para boas iniciativas. Sem contar as várias feiras, que temos em Mogi, onde podemos comprar produtos mais saudáveis. 

Mental, o mais apropriado para desenvolver essa área é aprendizagem continua, buscar constantemente novos conteúdos para fortalecer sua mente através de livros, cursos, workshop, alguns encontramos gratuitamente na nossa região, ou até mesmo consultorias particulares, para que você cresça em pontos específicos.    

A prática desses quatros fundamentos eleva seu padrão de vida criando novas conexões com pessoas e com a sua força superior. Buscando soluções, adquirindo novas habilidades e enxergando novas oportunidades, a prosperidade chega naturalmente e o dinheiro vai ser o resultado de um ótimo trabalho com proposito e objetivo. 




Comentários
* O e-mail não será publicado no site.