Dia Nacional de Tereza de Benguela e da Mulher Negra - Por Juliane Maia


25 Jul

Desde 1992, o dia 25 de julho é reconhecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) como o Dia da Mulher Negra Latina e Caribenha. Naquele ano, um encontro de negras latino-americanas e caribenhas em Santo Domingos, na República Dominicana, discutiu em conjunto, pela primeira vez, pautas importantes como o combate ao machismo e o racismo, tão acentuados nesses países. Segundo a ONU, 15 dentre os 25 países com maior taxa de feminicídio no mundo são latino-americanos..


Em reforço à comemoração já instituída pela ONU e em apoio à luta das mulheres negras brasileiras, em 2014 foi instituido o Dia Nacional de Tereza de Benguela e da Mulher Negra.

A líder quilombola viveu no século 18 e comandou o quilombo do Piolho ou Quariterê, em Mato Grosso. Ela assumiu a liderança depois da morte de seu marido, José Piolho.

Tereza é conhecida pelo seu estrategismo e por ter criado uma forma de organização no quilombo semelhante a um parlamento, com deputados, conselheiro, reuniões e uma sede. Em 1770, a líder foi pega em uma emboscada e assassinada pelo Estado. (Fonte: Guia do Estudante/ Foto: internet) . 


16Aug
Comentários
* O e-mail não será publicado no site.